Língua Portuguesa: Emprego de G e J

Segundo Prof. Murback, "Língua Portuguesa: Emprego de G e J, é um estudo da gramática portuguesa. Para representar o fonema J existem duas letras: G e J. Grafa se este ou aquele signo não de modo arbitrário, mas de acordo com a origem da palavra. Exemplos:
Gesso (do grego gypsos) - jeito (do latim jactu) - jipe (do inglês jeep).
* Escrevem se com G:
A) Os substantivos terminados em -agem, -igem, -ugem:
garagem, massagem, viagem, origem, vertigem, ferrugem, etc.
Exceção: pajem.
B) As palavras terminadas em -ágio,-égio, -ígio, -ógio, -úgio:
contágio, estágio, egrégio, prodígio, relógio, refúgio, etc.
C) Palavras derivadas de outras que se grafam comg:
massagista (de massagem), vertiginoso (de vertigem), ferruginoso (de ferrugem), engessar (de gesso), faringite (de faringe), selvageria (de selvagem), etc.
D) Os seguintes vocábulos:
algema       gesto       herege        rabugice
apogeu       gibi          megera       sugestão
auge           gilete       monge        tangerina
estrangeiro  gíria        rabugento    tigela
gengiva        giz     

* Escrevem se com J:
A) Palavras derivadas de outras em -já:
Laranja: laranjeira, laranjinha
Loja: lojinha, lojeca, lojista
Granja: granjeiro, granjear
Gorja: (garganta): gorjeta, gorjeio, gorjear
Cereja: cerejeira
B) Todas as formas de conjugação  dos verbos terminados em -jar ou -jear:
Arranjar: arranjei, arranje, arranjemos, arranjam, etc.
Viajar: viajei, viaje, viajemos, viajam (viagem é substantivo) etc.
Despejar: despejei, despeje, despejem, despejamos, etc.



Autor: Prof. Sergio Murback   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONTATO: murbackteo@yahoo.com.br | pastormurback@yahoo.com.br


celular: 11-963868812